Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A maldita falta de tempo

por tonyBarreira, em 07.10.15

A maldita falta de tempo



“Eu ainda não fiz isso porque não tive tempo” é uma frase que provavelmente você já deve ter escutado algumas vezes (se você mesmo já não a repetiu)


tempo

 

Você já teve a sensação de que estamos sendo engolidos pelo tempo?

“Não deu tempo”. “Estou sem tempo no momento”. Eu já parei de contar quantas vezes escutei essas duas frases nos últimos meses. Talvez seja a fala preferida entre as pessoas nos dias atuais.

E isso não é a toa. Muitas vezes vivemos sobrecarregados de tarefas e atividades. É tanta coisa para resolver que se existisse na vendinha um produto para fornecer mais algumas horas no dia seria sucesso na certa.

O mundo dos negócios viveria com hordas de “executivos-zumbis” entupidos de doses excessivas desse misterioso produto e se você não quisesse comprar, não se rendesse a ele, tudo bem, seu chefe certamente compraria para você.

Brincadeiras a parte, administrar 24 horas do dia para produzir tudo que gostaríamos nunca foi tão complicado – inclusive com o nosso dinheiro. E aí, aprender um outro idioma fica para depois, pensar em fazer aquela viagem desejada passa para o próximo ano, começar um curso ou pós-graduação que tinha tanta vontade é adiado mais uma vez. Afinal, falta tempo, certo?! Falta mesmo?

A verdade é que nos acomodamos em colocar a culpa no tempo, na falta de dinheiro momentânea, mas não buscamos a solução. Esperamos aquele sinal divino, aquela luz no fim do túnel que faça as coisas acontecerem por si só. E aí, o problema está armado. É por isso que, nunca foi tão importante pensar - e pensar mesmo - em uma palavrinha mágica: planejamento. É através dele que podemos dar os próximos passos para resolver obstáculos e fazer tudo que gostaríamos.

Da mesma forma que empresários e empreendedores têm suas metas de vendas e lucros para seus negócios, é necessário estabelecer objetivos pessoais claros e alcançáveis. Se não possuírmos uma vida pessoal organizada e estrategicamente pensada, dificilmente conseguiremos comandar nossa própria carreira de maneira funcional.

E o que muitas vezes se esquece é que nós mesmos somos os grandes responsáveis para as realizações de nossos sonhos e aspirações - e que, com dedicação, trabalho árduo e planejamento, é possível realizar boa parte deles. Para isso acontecer, claro, requer organização, foco, estabelecimento de metas específicas e mudança de postura.

A verdade é que ainda não dá para comprar tempo, mas podemos fazer com que ele seja bem melhor aproveitado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:35






calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031





Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D